Buscar
  • Adriana Rios

O papel do arquiteto no ambiente de trabalho


De alguns anos para cá, observa-se que as pessoas trabalham de forma cada vez mais colaborativa. As empresas percebem que o bem estar individual do funcionário o torna produtivo. E utilizam cada vez mais essa motivação individual para beneficiar a empresa como um todo.


O trabalho que anteriormente era medido pelo tempo no escritório, hoje é medido por metas, tendenciando ao trabalho remoto. Este, por sua vez, causa um impacto no ambiente de trabalho e em como este ambiente deve ser projetado.


Os espaços então precisam ser pensados de outra forma. O espaço do trabalho e o espaço da casa. O home office, que nos anos 80 era visto como moda e causava estranheza, já há muito tempo é usual. Porém, ter um cômodo dedicado para o escritório em casa, que antes era desejo da maioria dos clientes, torna-se obsoleto dando lugar para o trabalho em qualquer mesa da casa, de preferência o local com melhor vista ou mais confortável (levando-se em consideração que a tecnologia também colaborou muito nesse aspecto).


O ambiente de trabalho, por sua vez, torna-se mais colaborativo, não sendo necessárias mesas individuais para casos de funcionários com alta mobilidade e pouca interação.


O papel do arquiteto então é o de ser um estrategista, ajudando a empresa a entender o ambiente e criar opções de caminhos a trilhar, inclusive na economia de espaços.


28 visualizações

©2018 by Rodrigues Rios Arquitetura e Planejamento.